‘Estamos na PM para defender vidas’, diz mulher que matou assaltante na frente de escola de São Paulo

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Email -- 0 Flares ×

A policial militar que matou um jovem armado no sábado (12) em frente a uma escola de São Paulo foi homenageada pelo governador de São Paulo, Márcio França, neste domingo (13), Dia das Mães. O homem identificado como Elivelton Neves Moreira, de 21 anos, tentou assaltar mães em frente a um colégio no bairro Jardim dos Ipês, em Suzano, na Grande São Paulo.

A cabo Kátia Sastre, que estava de folga da PM para participar da festa das mães, baleou o rapaz enquanto ele revistava o segurança da escola, apontando o revólver para ele. “A gente é preparada para isso. Temos treinamento, temos que pensar muito rápido”, disse enquanto era homenageada.

A PM disparou 3 vezes contra Elivelton. Assim que ele foi rendido, sem arma na mão, ela pediu socorro médico, de acordo com França.

“Quero agradecer sua coragem”, disse o governador. “A cabo Kátia agiu por dois importantes motivos: em defesa da sociedade e de suas filhas, de sua família.”

A cabo agradeceu a homenagem. “Está sendo gratificante. É para isto que estamos nessa profissão: para defender vidas. Foi isso que fiz”, concluiu.

Elivelton foi levado ao pronto-socorro em Suzano, mas não resistiu.

 

Deixe uma resposta